BRICKSTILE

Assentamentos dos tijolos lepri – revestimento interno e revestimento externo

By 30 de setembro de 2020 No Comments
tijolos lepri

Assentamentos dos tijolos lepri – revestimento interno e revestimento externo – TerraTile

Os tijolos Lepri são indicados para paredes, como revestimento interno e externo. Alguns modelos podem ser usados também para pisos. São produzidos e cortados artesanalmente e por isso podem ocorrer pequenas variações de tamanho e esquadro, podem também apresentar algumas diferenças na tonalidade, conforme o local de onde a matéria prima foi extraída. Estas diferenças dão um aspecto natural, que valoriza o acabamento final.

Caso a parede apresente umidade, é obrigatório fazer a impermeabilização com produto específico. Para perfeita aderência do produto é importante a remoção de toda a tinta, massa ou qualquer outro revestimento existente. A superfície em que os tijolos serão assentados deverá estar perfeitamente limpa, nivelada, aprumada e isenta de pó, partículas soltas ou gordura, nunca esfarelando ou oco, para que as peças não se destaquem. A falta deste cuidado prévio acarretará em futuras patologias, devido à sujeira depositada, como por exemplo, descolamento das peças ou até problemas de eflorescência.

A escolha da cor da argamassa é importante para garantir um resultado harmonioso, pois pode ficar visível entre as peças. As cores escuras podem ser assentadas com argamassa cinza, mas os tons claros devem ser assentadas com argamassa branca. Se for uma exigência da arquitetura pode-se usar também argamassa colorida.

A TerraTile trabalha com a argamassa colante Ceramfix: Argamassa – ACIII Duo Tech nas cores branca e cinza, mas, dependendo da especificação da arquitetura, pode ser usada argamassa colorida, no tom do tijolo.

Indicamos a Argamassa classificação ACIII – ESPECÍFICA – Bautech Rapcola Kitchen Ideal para áreas com temperaturas elevadas como exterior de lareiras e churrasqueiras ou próximas ao fogão..
A argamassa especial para DRYWALL Votorantim – Votomassa Cola Tudo – ACIII-E Indicada para assentamento em paredes de gesso. Colante flexível de alta. Em caso de dúvida sobre a aderência em certas superfícies como impermeabilizações ou superfícies com diferença térmica considerável, entre em contato com o fabricante da argamassa, que é o responsável por sua aderência.

Antes do assentamento é necessário que se abra o maior numero possível de caixas e se faça uma Mistura dos tijolos das diferentes caixas. É importante simular a superfície antes do assentamento. Faça um painel e verifique se a modulação aplicada terá uma tonalidade harmoniosa. Se necessário, repetir esse procedimento até conseguir a composição adequada.

O ideal é que as peças sejam colocadas próximas da posição final, sobre os cordões de cola. O posicionamento da peça é então ajustado e o tijolo é fixado sendo pressionado até a posição final. Após o assentamento do primeiro tijolo, os outros devem seguir o mesmo padrão subsequente da modulação previamente planejada. É fundamental garantir o nivelamento das fiadas dos tijolos para garantir um acabamento correto.

É preciso umedecer a parede e os tijolos antes da aplicação da argamassa. Se não houver este cuidado, a massa poderá vitrificar e não colar corretamente. Lembre-se de umedecer a superfície e os tijolos antes da aplicação da argamassa, para evitar que a mesma não perca água para a superfície, caso em que o produto não vai colar corretamente ou diminuirá a resistência desejada.

A aplicação da argamassa colante, já misturada conforme as especificações do fabricante, deverá ser feita com uma desempenadeira dentada de 6 mm. e deve ser aplicada em uma área de no máximo 0,5m² por vez, com a parte lisa da desempenadeira com uma angulação de 30° e espalhada uniformemente sobre a superfície, deixando uma camada de 4 mm de espessura. A seguir, passe a parte dentada da desempenadeira com uma angulação de 60° em um mesmo sentido, fazendo cordões uniformes de argamassa colante.

Aplique a argamassa também no verso dos tijolos em cordões lineares e não cruzados, certificando-se de que toda a área do Tijolo foi coberta com argamassa (dupla cola). Como a superfície é porosa, é necessário evitar o contato da argamassa com a superfície exposta do produto. Caso isso ocorra, efetuar a limpeza imediatamente.

Caso seja opção do cliente ou arquiteto rejuntar, as peças mais porosas deverão ter a face exposta dos tijolos protegida e garantir que o rejunte não entre em contato com o revestimento, caso em que no mínimo deverá alterar a sua tonalidade original. Os tijolos menos porosas podem ser assentados com rejunte normal.

Se a aplicação de rejunte for uma opção do cliente, execute o seguinte procedimento passo a passo:

1. Rejunte os tijolos somente após o tempo especificado pelo fabricante da argamassa. O rejunte precipitado pode fazer com que a argamassa seque através do tijolo, manchando-o sem solução;

2. A superfície dos tijolos deve estar totalmente limpa, livre de pó e gorduras;

3. Prepare o rejunte em um recipiente limpo, adicionando a quantidade de água de acordo com as instruções da embalagem;

4. Proteja a face exposta dos tijolos. Quando necessário, limpe o mais breve possível, para que o rejunte não entre nos poros dos tijolos e manche, deixando com um aspecto visual indesejável;

5. Aplique o rejunte com uma desempenadeira própria para rejunte ou com uma espátula pressionando o rejunte apenas contra as juntas, nunca na superfície dos tijolos, para que faça um preenchimento uniforme;

6. Deixe descansar durante o tempo especificado pelo fabricante do rejunte para dar o acabamento;

7. Para o acabamento, passe uma esponja limpa e umedecida em água sobre as juntas dos tijolos;

8. Para limpeza final, espere o tempo especificado pelo fabricante do rejunte. Utilize estopa limpa e umedecida em água;

9. Em áreas externas, evite rejuntar sob o sol.

Essa aplicação deve ser feita por profissional especializado, com experiência neste tipo de revestimento, que garanta a execução sem manchá-lo. Lembramos que a TerraTile e a Lepri não são responsáveis pela aplicação dos revestimentos.

Algumas vezes, quando os tijolos estiverem úmidos, poderão apresentar alteração da tonalidade temporária. Assim que os tijolos perderem a umidade contida voltarão à tonalidade original. Os tijolos oferecem alta durabilidade, inclusive estética, desde que seu assentamento, proteção e manutenção seja feito de forma adequada.

É importante sempre prever um acréscimo de 5% a 10% para recortes e reserva preventiva, uma vez que todos os tijolos podem sofrer variação de tonalidade.

Obs.: O consumo de argamassa é de aproximadamente 5,5kg por m². O consumo da cola híbrida é de aproximadamente 3 tubos por m². Importante: Contratar mão de obra especializada em assentamento de pedras e ler atentamente as orientações. A Lepri e a TerraTile não se responsabilizam por eventuais problemas com a argamassa, que são de responsabilidade do respectivo fabricante. A Lepri esclarece que o fenômeno da eflorescência não é considerado defeito, pois não é causado pelo revestimento. Esse fenômeno não altera as características estruturais do revestimento.

Para outras informações a TerraTile recomenda a leitura completa do Manual técnico da Lepri.

Deixe um Comentário